A Obra de Arte do Futuro

“A Obra de Arte do Futuro”
Antígona, 2003, 267 págs. B.

Em A Obra de Arte do Futuro, música e poesia são antes de mais – e lado a lado com a dança – expressão do corpo de um corpo total, não especializado e não desarticulado. Com esta concepção do corpo radicalmente determinada pela ideia de performatividade, Wagner procede a uma sensível deslocação da tradicional correlação entre os sentidos e as artes e, consequentemente, do desenho e da compreensão do sistema das artes. Richard Wagner deseja criar um modelo ideal das artes, que é ao mesmo tempo um modelo ideal de compreensão do homem, uma unidade em que o indivíduo e a sociedade se encontram na força do impulso artístico da pulsão a um tempo destrutiva e criativa. O futuro será, então, a supressão da individualidade e, juntamente com esta, a supressão do tempo a «reabsorção» do tempo na obra de arte.

11,00 
Vista Rápida
Adicionar

Gatos Comunicantes – Correspondência Entre Vieira da Silva e Mário Cesariny

“Gatos Comunicantes – Correspondência Entre Vieira da Silva e Mário Cesariny” 

Assírio & Alvim, Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva, 2008, 199 págs. B.

«Página a página, linha a linha, palavra a palavra, este livro ergue as figuras reais de Maria Helena Vieira da Silva e de Mário Cesariny de Vasconcelos. Ergue-as, assim cada um foi inventando o outro, num frente a frente perpétuo, sem intervalo ou traição. Este diálogo de vozes e de silêncios-entre-as-vozes, de palavras e de sem-palavras-entre-as-palavras, levanta estas figuras sobre (e contra) um chão de pequenez, hostilidade e escuridão, dando-as como elas são. E como elas se olharam, se representaram, se admiraram, se amaram uma à outra: únicas, grandiosas e magnificadas. Ao fundo, aparece Arpad, com uma elegância longa, a saudá-los, a saudar-nos, na sua doçura inquieta, na paciência e sabedoria do seu estar. Um pouco atrás, ouve-se, vê-se Guy Weelen a anotar, a preparar, a cuidar, a tramitar, a transmitir. Este livro prova que “os encontros são proporcionais aos destinos” e que o amor pode ser um relâmpago contínuo, livre, invencível.»

José Manuel dos Santos (excerto da apresentação)

 

20,00 
Vista Rápida
Adicionar

Paisagem com Muitas Figuras

“Paisagem com Muitas Figuras” 

Assírio & Alvim, 1984, 243 págs. B.

 

15,00 
Vista Rápida
Adicionar

Livraria Alquimia

A Livraria Alfarrabista Alquimia foi fundada por Jorge Telles Menezes em 2012 no concelho de Cascais, com um espaço de Showroom onde recebia os clientes por marcação.

A Livraria é generalista, mas tem áreas de especialização tais como: Arte, Literatura e Poesia Portuguesa, 1ª Edições, História, Filosofia, Espiritualidade, Esoterismo e Ocultismo.

Livraria Alquimia © 2020, todos os direitos reservados. Design by: piu
X

Ou faça o seu registo.

Seus dados pessoais serão usados para apoiar sua experiência em todo este site, para gerenciar o acesso à sua conta e para outros fins descritos em nossa política de privacidade.