Ver conteúdo

POESIA INCOMPLETA

15,00 

Categoria:

Poesia Incompleta é o primeiro dos livros da coleção Ventriloquia, da UMCOLETIVO e da Tigre de Papel, que pretende dar a conhecer obras de mulheres que escreveram em língua portuguesa no século XX.

«Publicar a Poesia Incompleta de Maria da Graça Varella Cid, no ano em que a autora completaria noventa anos de vida, é um gesto urgente, ainda que tardio, pela justiça e beleza que lhe estão inerentes. Maria da Graça Varella Cid publicou títulos de poesia, como Ao Nascer do Sol (1945) ou Êxtase (1948), que mais tarde veio a rejeitar por terem sido escritos quando era ainda muito jovem e, portanto, num momento em que a sua escrita não teria a maturidade que posteriormente a própria reconhecerá como sua. A procura formal, rítmica e melódica – talvez mais até do que as temáticas – cunham a poesia da escritora: meticulosa a cada compasso poético, na sonoridade com que as palavras se abraçam e no tempo de que precisam, entre elas, para formarem ideias respiradas. Em adulta, Varella Cid editou Tríptico de Sábado (1963), Perfeito do Indicativo (1982) e Demonstração a Giz (1984). Depois da sua morte, publicou-se Acto do Corpo (1996). Há menção a dois textos inéditos que não foram encontrados e há, finalmente, os até aqui inéditos A Invencível Armada e A Pausa e o Lugar.» (do Prefácio de Cátia Terrinca e Ricardo Boléo.)

edicao ou reimpressao

2023

encadernacao

Capa Mole

paginas

424

Autor:

Maria da Graça Varella Cid

Editora:

Tigre de Papel