Ver conteúdo

O Esoterismo de Dante (seguido de «São Bernardo»)

Dante, na Divina Comédia, serve-se de uma linguagem simbólica que esconde um sentido oculto. Sentido que, defendido pela cifra da linguagem, levaria iniciados como Dante a defender um mundo constituído pelos adeptos da religião da Razão, precursores das revoluções modernas. Sentido esse que também nos é dado a conhecer (ou a intuir?) pelo simbolismo dos números. Fundamental, na verdade, a importância que o simbolismo dos números tem na obra de Dante. “E se este simbolismo não é unicamente pitagórico — escreve um especialista da poética de Dante —, se ele se encontra noutras doutrinas pela simples razão de que a verdade é una, então é-nos permitido pensar que, de Pitágoras a Virgílio, e de Virgílio a Dante, a cadeia da tradição não foi quebrada na terra de Itália.” Logo: o esoterismo é uma presença, altamente potenciadora, neste mundo pleno de presenças…

11,66 

REF: 75 Categoria:
ISBN

Edição ou reimpressão

2019

Encadernação

Capa mole

Páginas

116

Autor:

René Guénon

Editora:

Vega